GUERRA CULTURAL

Não sabemos resolver problemas domésticos banais, brigamos com os mais próximos e achamos normal conviver com o mau humor que criamos em nossa própria cabeça. Encontramos os melhores jeitinhos para sonegar impostos, mas tratamos como doentes mentais os que se movem para organizar um movimento social contra as altas taxas tributarias imposta pelos nossos atuais governantes. Reclamamos das nossas escolhas sem ao menos lutarmos para desencadear o efeito. Não compreendemos que tudo que fazemos adquire peso, e esse peso se torna poder, é exatamente este poder que temos diante a vida. Aprendemos aquilo que não amamos, e somos mestres em nos afastar daquilo que nos conecta a uma força maior.

Entregamos poder a uma minoria e temos medo de tomá-lo de volta, achamos um absurdo qualquer cidadão de bem portar uma arma, mas tornamos compreensível um bandido portar um fuzil a luz do dia em Copacabana. Em fim, perdemos a noção da vida, o Brasil sofre do caos da intolerância mental, os jovens atuais que não tomarem consciência desta causa atingirão o ápice da loucura dentro de uma década. Os valores morais não se fazem mais necessários para a geração espertinha, dessa forma, associamos de maneira incompreensível o nexo de realidade, ação e resultado. De forma irracional, castramos as capacidades de compreensão e resolução que o próximo demonstra diante adversidades diárias, e repassamos os mesmos comportamentos para nossos filhos e netos com absoluta naturalidade.

Cada vez mais temos jovens que saem da escola sem saber ler e escrever um paragrafo. Sexo e droga se tornou a tese no ciclo social. Vivemos imersos em uma nação ambiciosa pela ignorância, e reclamar sera sempre a melhor alternativa dos bestializados. Saímos das escolas verdadeiros escravos de nós mesmos. Tornamos psicologicamente normal a ideia de viver para sobreviver. Politica se tornou um assunto desprezível, por conta da escassez de bons exemplos vivenciamos inúmeros desesperançosos pela Pátria. Estamos diante de uma guerra cultural, os poucos que tomarem conhecimento sintam-se intimados a lutar pela causa.

2 thoughts on “GUERRA CULTURAL

Add yours

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Proudly powered by WordPress | Theme: Baskerville 2 by Anders Noren.

Up ↑